Dicas e tendências na gestão de leads e vendas

crm para pequenas empresas

CRM para pequenas empresas: saiba como potencializar os negócios

Você pode começar pequeno, mas pensar grande é preciso. Independente do tamanho da empresa, saiba que contar com um CRM (Customer Relationship Management) é um investimento que potencializa os negócios. Ele possibilita o crescimento organizado sem perder sua essência e valoriza algo essencial em sua jornada: o cliente. Sim, o cliente te trouxe até aqui e é ele quem vai te levar além. Conte com um CRM para pequenas empresas nesta tarefa.

Como usar o CRM em PMEs

Em algum momento de evolução de sua empresa, controlar os dados dos clientes em uma planilha de Excel pode ser desastroso pela ineficiência. Um software potencializa a capacidade de encantar e melhorar a relação com os consumidores. Isso é possível através da centralização dos dados, com histórico de interação com a empresa, desde a prospecção à qualificação, sem esquecer das etapas de negociação, venda e pós-venda. Imagine gerenciar uma equipe de vendas sem um CRM…

Empresas que optam pela implantação do CRM encontram facilmente informações que são determinantes para o sucesso ou fracasso dos negócios, como diminuição de custos operacionais desnecessários, quais estratégias de marketing geram mais resultados, em quais etapas do funil de vendas os leads abandonam a compra, entre outros. 

Se alguma destas dores faz sentido a você e traz grandes problemas, saiba que o CRM para pequenas empresas tem capacidade de transformar a realidade, garantindo mais poder analítico. Tomar decisões baseadas em dados é sinônimo de segurança aos empreendedores.

Primeiros passos do CRM

O CRM atua profissionalizando a gestão comercial, então, é necessário promover a integração com todos os pontos de contato da empresa (site, redes sociais, telefone, e-mail) com acesso aos usuários da área de marketing e vendas. 

Esqueça as anotações perdidas em documentos online quando alguém envia uma mensagem via WhatsApp ou em rascunhos de papel durante uma ligação. Dúvidas, feedbacks e conversas devem ser registrados no CRM. 

Automatizar o cadastro de informações também é uma vantagem. Se o lead envia as informações (nome, empresa, e-mail e outros dados) em uma landing page, a conversão é registrada no CRM caso tudo esteja devidamente conectado. A partir disso ele segue o fluxo automatizado seja para uma primeira abordagem ou nutrição, conforme estratégia. 

Ainda está em dúvida sobre como o CRM se encaixa em sua pequena empresa? Confira quais são as possibilidades:

  • Atendimento ao cliente

Considerando o cliente como ponto focal do negócio, nada mais justo do que tratá-lo com excelência. Para isso, organizar as informações de prospects, leads e clientes em uma plataforma é uma vantagem competitiva no mercado. 

Desde a primeira abordagem ao pós-vendas, tudo pode ser visto em um CRM. Considere esta análise para definir se a estratégia está funcionando conforme o esperado ou necessita de ajustes pelo caminho. 

Lembre-se: priorizar os clientes fiéis é uma forma simples e eficaz de garantir maior rentabilidade à empresa no médio e longo prazo, pois promove o aumento do retorno financeiro em relação ao seu custo de aquisição. Antes de sair na busca por novos clientes, invista na fidelização e, quem sabe, até aumentar o ticket médio.

  • Análise de métricas

Trabalhando com indicadores em tempo real, o CRM traduz em gráficos as informações que antes ficavam restritas aos balanços trimestrais, por exemplo. Agora a execução de melhorias impacta de imediato os resultados. Sobretudo em pequenas empresas, esse tempo pode ser determinante nas finanças. 

Com a capacidade de análise de dados sobre o que deu certo ou errado em um tempo menor, preferências dos consumidores, assim como queixas ou dores, os ajustes podem ser feitos. As decisões em outros departamentos também se tornam mais assertivas, como a definição para embarcar ou não em um novo investimento ou novas contratações.

  • Definições de estratégias

Enxergar o macro é um desafio mesmo em pequenas empresas. Com CEOs acumulando funções, questões de rotina tomam um tempo valioso e impedem uma visão a longo prazo. Parece que tudo está sob controle, mas qualquer imprevisto gera um caos. Através da análise do plano estratégico e das informações qualificadas geradas pelo CRM, as chances de acerto em previsões são mais precisas e tudo se torna mais fácil de administrar.

Quais são os fatores decisivos para investir em um CRM?

Falamos muito sobre os benefícios, mas entender qual é o momento decisivo para optar pela implementação de um CRM para pequenas empresas se torna uma incógnita aos empreendedores. Não queremos te deixar com mais dúvida, por isso descrevemos abaixo os motivos que mais levam nossos clientes a bater o martelo sobre contar ou não com um CRM.

Perda de clientes

Bom, se eles são essenciais aos negócios, a falta de clientes ou a perda é um indício muito forte de que sua empresa precisa olhar com total atenção para um sistema que consiga apoiar o fluxo comercial.

O que vem causando essa perda? 

Quais as reclamações mais recorrentes? 

Como é possível recuperá-los e/ou atrair novos clientes? 

As respostas para as perguntas feitas acima estão dentro do CRM (se ele for alimentado corretamente), por isso, analise com cuidados informações antes de seguir em frente e ter prejuízos ainda maiores.

Falta de produtividade

Como controlar quantos contatos são trabalhados pela equipe de vendas e quanto tempo é investido em cada um? Entendemos que cada venda possui suas particularidades e o CRM também nos auxilia nesta tarefa para manter a transparência nesta etapa. Dessa forma, não é preciso cobrar cada colaborador sobre suas atividades do dia, pois tudo fica registrado e o desempenho pode ser analisado individualmente em um relatório. 

Perda de dados 

Mudou o colaborador e sua equipe de vendas ficou perdida? Sim, já ouvimos sobre este problema algumas dezenas de vezes. A falta de histórico do cliente é uma questão grave. Imagine que em uma abordagem o serviço ou produto a ser oferecido é justamente aquele em que não houve adesão. É um baita tiro no pé. 

Ou uma quantidade significativa de clientes traz feedbacks negativos sobre um produto e essa informação não chega aos gestores e, consequentemente, não tem qualquer melhoria. Dados são valiosos e precisam ser compartilhados, senão travam a produtividade em vendas.

Relatórios falhos

Números que não batem entre comercial e financeiro, planilhas feitas manualmente com filtros e fórmulas que não se integram e, ao final, relatórios que apresentam dados errôneos. Este é o cenário que nenhuma empresa deseja, mas quando se perde o controle, não há outro resultado. Com um clique, o CRM traz relatórios personalizados de acordo com o período desejado.

Desorganização no fluxo comercial

Manter cada colaborador ciente do seu papel na etapa de venda é uma parte da organização do fluxo comercial. Se o lead está aquecido, ele não pode esfriar. O CRM apoia este momento ao integrar e automatizar o fluxo. Queremos escalabilidade, correto?

Depois de analisar todos os fatores, fica sob seu poder a escolha de um CRM que atenda as necessidades.

A Followize tem em seu DNA a premissa de gerar resultados incríveis a empresas independente do tamanho, já são mais de 10.200 usuários em todo o Brasil. No portfólio, constam pequenas empresas que se tornaram maiores através do uso de CRM. Fale com nossa equipe e conheça mais.

Post a Comment